Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2908
Título: O desenvolvimento profissional docente: a função supervisiva do coordenador de ano do 1º ciclo
Autor: Pinto, Maria Teresa Neves Ribeiro Albuquerque
Orientador: Leite, Teresa
Palavras-chave: Desenvolvimento profissional docente
Supervisão
Supervisão pelos órgãos intermédios
Coordenação de ano no 1º Ciclo
Teacher professional development
Supervision
Supervision of intermediate bodies of management
Coordination of year in the 1st cycle
Data de Defesa: Out-2010
Citação: Pinto, M. T. N. R. A. O desenvolvimento profissional docente: a função supervisiva do coordenador de ano do 1º ciclo [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2010.
Resumo: O presente estudo tem como objectivo principal saber como é perspectivada a função supervisiva do Coordenador de Ano do 1º Ciclo, procurando compreender as concepções dos intervenientes sobre as finalidades e modos de funcionamento deste órgão, de criação relativamente recente e que não existe em todos os Agrupamentos e escolas do 1º Ciclo. Neste sentido, estudámos o caso das Coordenações de Ano numa Escola do 1º Ciclo, inserida num Agrupamento Vertical de Escolas da região da Grande Lisboa. Utilizámos a entrevista semi-directiva para sabermos as concepções da Adjunta da Directora, dos quatro Coordenadores de Ano da Escola e de quatro Professores Titulares de Turma sobre as características e funções deste órgão. Realizámos ainda a análise das actas das reuniões de ano em dois momentos distintos: no final de um ano lectivo e no início do seguinte (fim do 1º período), para a identificar os objectivos e formas de organização de reuniões de coordenação de ano no 1º CEB e os eixos de acção dos seus coordenadores, nomeadamente o exercício da função supervisiva. Através dos dados obtidos pelas duas técnicas, concluímos que existe, nesta escola, o reconhecimento da importância das coordenações de ano, enquanto órgãos intermédios, embora este reconhecimento parta mais da Direcção do Agrupamento e dos professores, do que dos próprios coordenadores. Existe algum consenso sobre as funções do Coordenador de Ano, ao nível da coordenação e da gestão e que a correcta execução desse papel exige ainda a atribuição de tempo para coordenação no horário destes profissionais. No que diz respeito às funções de supervisão, embora exista já reconhecimento da sua necessidade e estejam a ser dados alguns passos nesse campo, parece-nos que será necessário aprofundar competências específicas de supervisão dos coordenadores, de forma que estes propiciem um ambiente estimulador do desenvolvimento profissional, baseando as reuniões na reflexão sobre a prática e na procura de soluções e inovações para o desenvolvimento curricular. Parece-nos também importante desenvolver competências de suporte mútuo entre os professores de um mesmo ano de escolaridade, uma vez que um ambiente de colaboração nas escolas cria as condições para o sucesso de qualquer processo supervisivo.
ABSTRACT The main goal of this study is to know how the function of supervisor of the Coordinator of Grade in a Primary School (1st cycle) is foreseen, trying to understand the conceptions of the participants on the purposes and methods of operation of this relatively recent created body of middle management that is not yet present in all groupings and schools of the 1st cycle. In order to do so, we studied the management of the School Grade Coordinators of the 1st cycle, inserted in the Vertical Group of Schools of Great Lisbon. We used the semi-directive type of interview to find out the views of the Deputy Director, of the four coordinators of school year and also of four classroom teachers about the characteristics and functions of this body of management. We conducted further analysis of the minutes of teachers’ grade reunions in two different moments: at the end of each school year and early next (end of 1st period), to identify the objectives and forms of organization of coordination meetings of the year in the 1st CEB and the axes of action of their coordinators, including the exercise of supervision. Using data obtained by both techniques, we conclude that there is in this school, the recognition of the importance of coordination of year, while intermediary bodies of management, although this draws more recognition from the Directorate of Grouping and teachers, than from the Coordinators themselves. There is some consensus about the functions of the Coordinator of Grade at coordination and management level and that the proper execution of this role also requires the placement of time for coordination in the time-schedule of these professionals. With regard to the functions of supervision, while there is already recognition of its necessity and some steps in this field are being taken, it seems necessary to further supervise the expertise of the Coordinators, so they can provide their colleagues with a stimulating environment conducting to a professional development, basing their meetings on reflection about their school practice and seeking solutions and innovations for curriculum development. It also seems important to develop skills of mutual support among teachers of the same grade, since a collaborative environment in schools creates the conditions for the success of any supervisory process.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção de grau de mestre em Ciências da Educação, especialidade de Supervisão em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2908
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O desenvolvimento profissional docente.pdf7,89 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.