Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2899
Título: As duas margens do rio: contrastes urbanos e regulação da violência na escola
Autor: Sebastião, João
Campos, Joana
Merlini, Sara
Palavras-chave: Violência
Organização escolar
Lógicas de ação
Violence
School organization
Logic of action
Data: Jun-2012
Citação: Sebastião, João, Campos, Joana e Merlini, Sara (2012) "As duas margens do rio: contrastes urbanos e regulação da violência na escola", Interseções: Revista de Estudos Interdisciplinares, Rio de Janeiro v. 14, n.º 1, pp. 127-164
Resumo: o objeto deste artigo é analisar as respostas da escola ao fenômeno da violência em meio escolar e qual a influência das características dos contextos urbanos nesse processo. A identificação de escolas situadas em contextos urbanos fortemente degradados e com elevada conflitualidade e desigualdade social, mas que apresentavam níveis reduzidos de violência no seu interior e, inversamente, escolas com uma frequência elevada de ocorrências que se situavam em contextos urbanos mais estruturados e maioritariamente de classe média, levou- nos a questionar as concepções largamente aceitas e difundidas sobre o aparente contágio de conflitualidade em escolas situadas em meios sociais desfavorecidos. As evidências encontradas na análise dessa relação entre as escolas e o contexto social local permitiram- nos refutar o determinismo das características do meio social sobre as escolas, bem como a consequente incapacidade dessas na regulação e prevenção da violência. o centramento da pesquisa na dimensão organizacional, em concreto nas estratégias definidas e desenvolvidas pelas escolas no combate ao problema da violência, permitiu-nos compreender e demonstrar que as orientações, as práticas e os processos organizacionais têm um papel decisivo na pacificação dos quotidianos escolares.
Abstract t he scope of this article is to analyze the impact of the violence phenomenon in schools and the influence of urban contexts in this process. We identified schools located in heavily degraded urban areas with high levels of inequality and social conflict which presented reduced levels of school violence. On the other hand, we also identified schools that, although located in more structured urban areas which were populated mostly by middle-class families, presented a high frequency of incidents. t his panorama led us to question widely accepted ideas about an apparent contagion of conflict in schools presenting disadvantaged social backgrounds. Evidence found while analyzing the relationship between schools and local social contexts allowed us to refute the determinism of social environment characteristics in schools, as well as the consequent inability of these schools in regulating and preventing violence. Focusing this research in the organizational dimension, specifically on strategies defined and developed by schools to combat the problem of violence, has demonstrated that guidelines, practices and organizational processes play a decisive role in the pacification of everyday life in schools
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2899
Aparece nas colecções:ESELx - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
As_duas_margens_do_rio_.pdf616,87 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.