Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2872
Título: Os peregrinos da cidade são: representações sociais de “sem-abrigo” emanadas pela sociedade civil lisboeta
Autor: Denis, Teresa
Palavras-chave: Sociologia
Espaço público
Sem abrigo
Sociedade civil
Portugal
Lisboa
Sociology
Public space
Homeless
Civil society
Data: 2012
Editora: UMDGEO – Departamento de Geografia da Universidade do Minho
Citação: Denis T. Os peregrinos da cidade são: representações sociais de “sem-abrigo” emanadas pela sociedade civil lisboeta. In Vieira A, Costa F, Remoaldo P, editors. Cidades, criatividade(s) e sustentabilidade(s). Guimarães: UMDGEO – Departamento de Geografia da Universidade do Minho; 2012. p. 97-104.
Resumo: Tomando por noção de espaço público o ambiente ou o território da vida social, que medeia entre a esfera privada e a autoridade pública, onde os cidadãos e as pessoas em geral podem encontrar-se livremente para tocarem ideias, conversarem, passearem, interagirem uns com os outros dentro dos limites impostos pela civilidade pública. E por ‘sem abrigo’ a situação generalizada de vivências que têm em comum o impedimento colectivo ou subjectivo do acesso a uma habitação. Habitação entendida não tanto como casa de família mas como alojamento, encarado como residência ou organização sedentária do espaço. O texto que se apresenta aborda o tema da responsabilização, organização e ocupação do espaço público com base nas representações sociais emanadas pelos representantes de algumas das organizações da sociedade civil lisboeta, que orientam a sua acção para a problçemática daqueles que fazem do espaço público o seu ‘domicílio’.
ABSTRACT- Defining the notion of public space by the environment or the therritory of social life, which mediates between the private sphere and the state, where citizens and people in general can be found freely exchange ideas, talk, roam, interact with each other within the limits imposed by public civility. And by 'homeless' the widespread experiences that have the common objective or subjective impediment of access to housing. Housing understood not as a family home but as an accommodation, regarded as residence or sedentary space organization. The following text addresses the issue of accountability, organization and occupation of public space based on social representations issued by representatives of some Lisbon's civil society organizations, whose actions are guided by the issue of those who make of public space their 'domicile'.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2872
ISBN: 978-989-97394-1-3
Aparece nas colecções:ESTeSL - Capítulos ou partes de livros

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Os peregrinos da cidade.pdf10,87 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.