Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2778
Título: Concepções de criança e de infância de técnicos de intervenção precoce em uma associação no sul do Brasil
Autor: Eiró, Aretha Pires
Orientador: Tomás, Catarina Almeida
Palavras-chave: Intervenção precoce
Criança
Infância
Direitos da criança
Early childhood intervention
Child
Childhood
Children’s rights
Data de Defesa: Jun-2013
Citação: Eiró AP. Concepções de criança e de infância de técnicos de intervenção precoce em uma associação no sul do Brasil [Dissertation]. Escola Superior de Educação de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2013.
Resumo: Este trabalho investiga as concepções de criança e de infância que os técnicos de Intervenção Precoce (IP) têm em uma Associação no Sul do Brasil. A intenção é verificar como tais concepções influenciam – ou não - as práticas dos técnicos, assim como perceber se os direitos da criança são respeitados e garantidos na prática profissional e na participação das crianças nas tomadas de decisão. Para o efeito, com o intuito de fundamentar a pesquisa, foi elaborado uma revisão de literatura a partir de um quadro teórico multidisciplinar, da Sociologia da Infância e da Intervenção Precoce, com especial incidência na perspectiva brasileira. Partindo da perspectiva sociológica de crianças como atores sociais e da infância como categoria geracional, e da Intervenção Precoce com práticas centradas na família, metodologicamente trata-se de uma investigação qualitativa, centrada num estudo de caso onde foram entrevistados técnicos de uma Associação localizada no sul do Brasil que realiza atendimento público inserido em um programa de atenção a saúde materno-infantil. A análise qualitativa dos dados levantados mostra que a visão da criança como protagonistas nas suas relações ainda está ausente nas concepções dos técnicos, assim como as questões dos direitos da criança são encaradas como problemas sociais e restringidas ao setor de assistência social. A participação das famílias é secundária em uma prática centrada na criança, onde o brincar aparece como ferramenta fundamental nos tratamentos para além de ser considerado direito da criança.
Abstract This work intends to investigate the conceptions of children and childhood that a team of Early Childhood Intervention Technicians have in an association in the south of Brazil. The intention is to verify if those conceptions influence – or not – the technicians practices as well as understand if the children´s rights are respected and granted during their therapy sessions and in the children´s decision-making participation. For such, in order to support the research, it was elaborated a literature review from a multidisciplinary theoretical framework, of the Sociology of Childhood and the Early Childhood Intervention, with special focus on the Brazilian perspective. From the sociological perspective of children as social actors and childhood as a generational category, and the family-centered practices in the early childhood intervention, methodologically it is a qualitative research, focusing on a case study in which technicians were interviewed of a public service association located in the south Brazil's that is provider inserted into a program of care for maternal and child health. The qualitative analysis of the data collected shows that the view of children as protagonists in their relationships is still absent in the technicians conception, as well as the children rights are seen as social problems and directed to the social assistance department. The participation of the families is seen as secondary in a child-centered practice of Early Childhood Intervention. The play appears as a fundamental tool in the therapeutical sessions beyond being considered a children´s right.
Descrição: Dissertação de 2º Ciclo conducente ao grau de Mestre em Ciências da Educação, especialização em Intervenção Precoce.
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2778
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.