Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2691
Título: Compostos de dextrano-manose marcados com o 67Ga para a deteção do gânglio sentinela
Autor: Gonçalves, Filipa Antónia Drumond
Orientador: Barros, Maria Paula Cordeiro Crespo Cabral Campello Aboim de
Palavras-chave: Medicina nuclear
Radiofármaco
Gânglio sentinela
Sistema linfático
Dextrano-manose
Gálio-67
Nuclear medicine
Radiopharmaceuticals
Sentinel lymph node
Lymphatic system
Dextran-mannose
Gallium-67
Data de Defesa: 2012
Citação: Gonçalves FA. Compostos de dextrano-manose marcados com o 67Ga para a deteção do gânglio sentinela [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: O Gânglio Sentinela (GS) é o primeiro gânglio a receber a drenagem do sistema linfático sendo, por isso, de extrema importância a sua deteção, para que o clínico possa estabelecer a terapia a adotar. O presente trabalho teve como principal objetivo o desenvolvimento de compostos potencialmente úteis para a visualização do GS, nomeadamente macromoléculas poliméricas, do tipo dextrano-amina-manose, marcados com 67Ga, de forma a ultrapassar alguns inconvenientes associados ao uso do 99mTc. Para se alcançar este objetivo sintetizou-se e caraterizou-se a macromolécula dextrano-amina-dota-manose. Este composto contém unidades de manose (15 unidades/mol dextrano) para o alvejamento in vivo dos receptores de manose e a unidade quelante dota para a estabilização do radiometal. O conjugado sintetizado permitiu preparar o composto radioativo 67Ga-dextrano-amina-dota-manose, obtido com elevado rendimento de marcação após aquecimento a 100ºC durante 15 minutos. Estudos de estabilidade mostraram que o radiocomposto de 67Ga-dextrano-amina-dota-manose é estável in vitro, apresentando, após 24h, uma pureza radioquímica superior a 95% na mistura reacional. Quanto aos estudos de estabilidade, na presença dos aminoácidos glutationa (2h) e apotransferrina (24h) a 37ºC, nada se pode concluir.
ABSTRACT - The Sentinel Ganglion (GS) is the first ganglion to receive lymphatic drainage and, therefore, it is extremely important to perform its early detection in order to avoid the lymphatic spread and to establish the adequate therapy. This study aimed to contribute for the development of compounds potentially useful for detection of sentinel lymph node, based on polymeric dextran-amine-mannose derivatives labeled with 67Ga, in order to overcome some drawbacks associated with the use of 99mTc. To achieve the proposed goal a new dextran-amine-dota-mannose derivative has been synthesized and characterized. This compound contains mannose units (15 units/ dextran mol) for in vivo targeting of mannose receptors and a dota chelating unit to stabilize the radiometal. The new dextran bioconjugate allowed the synthesis of the radioactive compound 67Ga-dextran-amine-dota-mannose, which has been obtained in high radiochemical yield after labeling at 100ºC for 15 minutes. Stability studies showed that 67Ga-dextran-amine-dota-mannose is stable in vitro, presenting a radiochemical purity > 95% after 24h. Relatively stability studies, in the presence of the amino acids glutathione (2h) and apotransferrine (24h) at 37ºC, nothing can be concluded.
Descrição: Mestrado em Medicina Nuclear - Área de especialização: Radiofarmácia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2691
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Compostos de dextrano-manose marcados com o 67Ga para a deteção do gânglio sentinela.pdf1,03 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.