Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2685
Título: Plantas ornamentais tóxicas: contributo para a sua caracterização e perceção do risco de exposição ocupacional
Autor: Falcato, Bruno Miguel Marques
Orientador: Carvalho, Susana Maria Pinto de
Gaspar, Natália Maria Seguro
Palavras-chave: Saúde ocupacional
Segurança no trabalho
Toxicidade
Espaço verde
Jardineiro
Planta ornamental tóxica
Occupational health
Occupational safety
Toxicity
Garden
Gardeners
Toxic ornamental plant
Data de Defesa: 2012
Citação: Falcato BM. Plantas ornamentais tóxicas: contributo para a sua caracterização e perceção do risco de exposição ocupacional [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: Algumas plantas ornamentais, apesar de muito utilizadas em espaços públicos e privados, contêm substâncias tóxicas para pessoas e animais que podem atuar por ingestão, contacto e inalação. Os sintomas apresentados variam desde ligeiras irritações cutâneas, até doença grave ou morte. Os fatores de risco estão relacionados com características da espécie em causa, fatores inerentes ao trabalhador e ambientais. Existe, porém, um grande desconhecimento da existência de plantas ornamentais com características tóxicas, por parte dos jardineiros e proprietários de espaços verdes. Como tal, é fundamental proceder à elaboração de listas de plantas tóxicas e à sua divulgação. Este estudo tem como objetivo identificar as plantas ornamentais com características tóxicas para os trabalhadores, que foram produzidas e/ou comercializadas, durante o período de um ano, na região do Algarve. Para tal, foram analisadas as listagens das plantas ornamentais produzidas e/ou comercializadas por cinco empresas do Algarve, tendo sido posteriormente comparadas com a bibliografia existente. De seguida, as espécies identificadas como tóxicas (35,8% do total de plantas produzidas e/ou comercializadas), foram fotografadas e caracterizadas, em termos toxicológicos e de sintomatologia. Por último, procurou-se ainda, conhecer a perceção que os trabalhadores de empresas de produção e comercialização de plantas ornamentais, bem como das empresas de construção e manutenção de jardins, têm do risco associado à exposição ocupacional a plantas ornamentais tóxicas. Nesse sentido, procedeu-se à adaptação de um questionário que foi aplicado aos trabalhadores das empresas do sector. O questionário inclui um conjunto de questões sobre a ocorrência de acidentes com plantas ornamentais tóxicas, disponibilidade de equipamentos de proteção, realização de procedimentos de segurança nas empresas, perceção do risco e condições de trabalho. O questionário foi testado numa amostra de sete jardineiros, tendo-se verificado que, embora a maioria dos trabalhadores tenha mencionado que tem conhecimento dos fatores de risco e das consequências associadas à exposição a plantas ornamentais tóxicas, na prática não estão a ser adotados procedimentos de segurança, por parte dos trabalhadores, nem dos empregadores. Tal poderá explicar a elevada ocorrência de acidentes de trabalho com plantas ornamentais, já que 28,6% dos jardineiros inquiridos afirmou já ter tido um acidente de trabalho com plantas ornamentais tóxicas.
ABSTRACT - Despite the fact that some ornamental plants are commonly used in public and residential landscapes, they contain substances which are toxic to humans and animals either by ingestion, contact or inhalation. The symptoms may range from mild skin irritations to death. The degree of intoxication depends on the characteristics of the specie, as well as on environmental factors and intrinsic workers factors. Nevertheless, there is a lack of knowledge among gardeners and garden owners about the toxic characteristics of ornamental plants. So it is important to list the toxic species and its disclosure. The aim of this study is to identify, the ornamental plants with toxic characteristics to workers produced and/or sold in the Algarve region during the period of one year. For this purpose, the lists of ornamental plants produced and/or sold by five companies in the Algarve have been studied along that year and compared with the existing literature. The species identified as toxic (35,8% of all plants produced and/or sold in the region), were further photographed and characterized in terms of toxicology and symptomatology. This study also attempted to identify the perception of workers at ornamental plants production and trading services, as well as the garden construction and maintenance businesses, about the risks involving the occupational exposure to toxic ornamental plants. Therefore, an existing questionnaire was adapted and subsequently applied to the workers of the companies in this field. This questionnaire included a set of questions about the occurrence of accidents involving toxic ornamental plants, the availability of protective equipment, the settlement of security procedures in companies, the risk perception and the working conditions. The questionnaire was tested on a sample of seven workers and it was concluded that although most workers have mentioned that they were aware of risk factors and consequences associated with the exposure to toxic ornamental plants, actually the security procedures are not being adopted by the works neither by the emplowers, as 28,6% of the respondents stated that they had experienced an accident with toxic ornamental plants.
Descrição: Mestrado em Segurança e Higiene do Trabalho.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2685
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Plantas ornamentais tóxicas.pdf355,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.