Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2684
Título: Efeitos de um programa baseado em tarefas orientadas na competência de marcha em indivíduos com acidente vascular cerebral
Autor: Ferreira, Maria José Goulão
Orientador: Fernandes, Beatriz
Barros, Áurea
Palavras-chave: Fisioterapia
Medicina de reabilitação
AVC
Marcha
Mobilidade
Physiotherapy
Rehabilitation
Stroke
Walking
Mobility
Data de Defesa: 2012
Citação: Ferreira MJ. Efeitos de um programa baseado em tarefas orientadas na competência de marcha em indivíduos com acidente vascular cerebral [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: O Acidente Vascular Cerebral, constitui uma das principais causas de dependência e incapacidade em todo o mundo. Uma das atividades mais afetadas após AVC é a marcha e a sua recuperação é um dos objetivos “major”, nos programas de reabilitação. O objetivo do nosso estudo é o de analisar os efeitos de um programa de intervenção com tarefas orientadas para o aumento da competência da marcha desenvolvido em classe e em circuito em indivíduos com AVC, e que tenham frequentado duas vezes o programa. Trata-se de um estudo retrospetivo, com uma amostra recolhida por conveniência. O desenho do estudo compreende um grupo de indivíduos (34), que foram sujeitos a um programa específico de intervenção por duas vezes em períodos distintos, durante seis semanas. Foi efetuado uma avaliação em follow up antes do início da segunda intervenção no sentido de analisar os efeitos deste tipo de programa ao longo do tempo. As variáveis dependentes estudadas foram, a resistência, a velocidade, a mobilidade e o nível de suporte requerido na marcha. Os testes realizados para medir as variáveis foram: o Teste 6 minutos a andar para a resistência, os 5m a andar para a velocidade, o Teste Timed “up and go” para a mobilidade e a Escala Functional Ambulation Category, para avaliar o nível de suporte requerido na marcha. Para o tratamento estatístico dos dados recorremos à estatística descritiva (média, desvio padrão, mediana, moda e percentis) e à inferência estatística para a qual foram utilizados o Paired Sample T-test e o teste de Wilcoxon. Os resultados deste estudo evidenciaram o aumento significativo na velocidade, resistência e mobilidade da marcha, nos dois períodos de intervenção, no entanto os ganhos funcionais obtidos no final da primeira intervenção não se mantiveram no tempo, registando-se no follow up uma diminuição significativa das variáveis avaliadas relacionadas com a competência de marcha a partir da realização dos testes, por parte dos nossos participantes. Os mesmos indivíduos não apresentaram diferenças significativas no nível de suporte requerido na marcha com este tipo de intervenção, de acordo com os resultados obtidos na Escala Functional Ambulation Category.
ABSTRACT - The Stroke, is a leading cause of impairment and disability in the world. The activity most affected by stroke is walking and the regaining of walking ability is a major goal in most rehabilitation programes. The aim of our study is to analyze the effects of a specific program of physiotherapy intervention, based on Task-oriented circuit class on walking competency after stroke. This is a retrospective study using a convenience sample with a group of 34 individuals, subjected to the rehabilitation program twice in time. A follow-up evaluation for program effectiveness was conducted before the second term intervention had taken place. The program is a circuit class to training functional tasks for gait and gait-related activities improvement.The dependent variables were the endurance, velocity, mobility and the level of physical support needed by subjects in order to ambulate safely. The tests used to measure dependent variables were 6 minute walk test (6MWT), 5 meters to walk test and the “Timed up and go test” (TUG). The level of support needed during gait was measured by the Functional ambulation category scale. Statistical analysis has included descriptive statistics (mean, standard deviation, median, mode and percentiles) and inferential statistics with Paired Sample T-test and the Wilcoxon. The results suggest that the physiotherapy intervention program with task-oriented circuit class for walking competency after stroke it’s effective and demonstrated statistically significant effects for the walking distance, gait speed and mobility in both intervention periods. The follow up showed that benefits of training deteoriorated after the intervention through the measures from the tests. There are no significantly differences in the level of support needed during gait according to the Functional ambulation category scale. Final conclusions strengthen the evidence on the contribution of task-oriented programs for the improvement of walk function in post-Stroke individuals however the benefits of training is not extended in time and on to follow up it’s possible to see a reduction of the values achieved in the tests, by our participants.
Descrição: Mestrado em Fisioterapia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2684
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Efeitos de um programa baseado em tarefas orientadas na competência de marcha.pdf906,23 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.