Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2667
Título: A influência da reeducação vestibular nas medidas objetivas e subjetivas em pacientes com défice vestibular periférico unilateral
Autor: Correia, Anabela Domingos
Orientador: Fernandes, Beatriz
Palavras-chave: Fisioterapia
Medicina de reabilitação
Reeducação vestibular
Dizziness Handicap Inventory
Estabilidade postural
Défice vestibular periférico unilateral
Incapacidade
Physiotherapy
Rehabilitation
Vestibular rehabilitation
Postural stability
Unilateral peripheral vestibular deficit
Vertigo
Vertigem
Desequilíbrio
Imbalance
Disability
Data de Defesa: 2012
Citação: Correia AD. A influência da reeducação vestibular nas medidas objetivas e subjetivas em pacientes com défice vestibular periférico unilateral [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: A reeducação vestibular (RV) tornou-se o principal método de tratamento para indivíduos com sintomatologia vestibular e muitas das terapias pressupõem relações entre a incapacidade e a estabilidade, relações que não estão clarificadas. O objetivo deste estudo foi comprovar a eficácia deste programa de RV na incapacidade percebida através do Dizziness Handicap Inventory e na estabilidade postural através do teste clínico modificado de interação sensorial no equilíbrio e relacioná-las na avaliação inicial e na sua variação após RV. É um estudo descritivo, com uma amostra de quatro mulheres com défice vestibular periférico unilateral e sintomatologia de vertigem e/ou desequilíbrio. No início e após RV foi avaliada: a situação clínica geral, a perceção da incapacidade e a estabilidade postural. Foram realizadas seis sessões de RV, duas vezes por semana durante 30 a 40 minutos, personalizados a cada indivíduo. O programa consistiu num conjunto de exercícios de estabilização do olhar, estimulação optocinética, exercícios de estabilidade postural em plataforma e exercícios de equilíbrio. Verificou-se uma melhoria, de todos os indivíduos, na estabilidade postural e na perceção de incapacidade. Não foi detetada qualquer tendência entre a estabilidade postural e incapacidade percebida. As melhorias da incapacidade percebida após RV enquadram-se nos resultados obtidos por outros autores, mas um programa mais longo, poderia obter melhores resultados. As melhorias da estabilidade postural excederam as de outros estudos comprovando a eficácia deste programa. São necessários mais estudos para clarificar a existência de relações entre a incapacidade percebida e a perceção de incapacidade e encontrar os instrumentos adequados para o fazer.
ABSTRACT - Vestibular rehabilitation (VR) has become the method most used of treatment for individuals with vestibular symptoms and many of the therapies assume relationships between disability and stability, relations which are not clarified. The goal of this study was to verify the effectiveness of the VR program through the level of disability measured by Dizziness Handicap Inventory and in postural stability measured by modified clinical test of sensorial interaction on balance and relate those at baseline and changes after VR. It is a descriptive study with a sample of four women with unilateral peripheral vestibular deficit, symptoms of vertigo and / or imbalance. At baseline and after RV was evaluated: the overall clinical situation, the perception of disability and postural stability. Were performed six sessions of VR, twice a week, for 30-40 minutes, customized to each individual. The program consisted of a set of exercises of gaze stability, optokinetic stimulation, postural stability in platform and balance exercise. There was an improvement in all subjects in postural stability and perception of disability. No relationship was found between postural stability and perceived disability. Perceived disability improvements after RV fit on the results obtained by other authors, but a longer program, would achieve better results. Postural stability improvements exceeded those in other studies demonstrating the efficacy of this program. Further studies are needed to clarify the existence of relations between perceived disability and postural stability and finding the right tools to do so.
Descrição: Mestrado em Fisioterapia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2667
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A influência da reeducação vestibular nas medidas objectivas e subjectivas em pacientes.pdf2,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.