Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2666
Título: Caracterização profissional e grau de satisfação dos licenciados em fisioterapia da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Autor: Morale, Rosa Emília do Nascimento Doffiny
Orientador: Coutinho, Isabel
Carolino, Elisabete
Palavras-chave: Satisfação profissional
Inserção profissional
Fisioterapia
Formação
ESTeSL
Professional satisfaction
Insertion professional
Physiotherapy
Training
Data de Defesa: 2012
Citação: Morale RE. Caracterização profissional e grau de satisfação dos licenciados em fisioterapia da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: O presente estudo tem como finalidade fazer um levantamento sobre o percurso profissional e a satisfação dos alunos que concluíram a Licenciatura em Fisioterapia na ESTeSL entre os anos de 2009 e 2011. A recolha de dados foi efetuada através de um questionário elaborado para o efeito que foi enviado por correio eletrónico. O tratamento estatístico foi realizado através do software SPSS: Responderam ao questionário 53 elementos, 38 do sexo feminino e 15 do sexo masculino, com média de idades de 24,90 anos e média da nora final de 15,36 valores. Relativamente às variáveis em estudo observamos que 73,56% dos licenciados obtiveram o seu primeiro emprego entre 0 a 6 meses após a conclusão do curso. A maior parte dos licenciados teve um (28,30%) ou dois (26,42%) empregos como fisioterapeutas durante o seu percurso profissional e 13,21% ainda não teve qualquer emprego. Atualmente 35,85% dos licenciados encontram-se em regime de prestação de serviços e 30,19% estão desempregados. Constatamos que a maior parte dos licenciados (67,57%) auferem menos de 750 euros líquidos por mês. A maioria (56,60%) nunca frequentou formação adicional. Quanto à satisfação com a situação profissional, 35,85% dos participantes estão 'Pouco satisfeitos' e 30,19% estão 'Satisfeitos' ou 'Nada satisfeitos'. Com relação ao percurso profissional a maioria considera-se 'Satisfeito' (37,74%) ou 'Pouco satisfeito' (33,96%). Quanto ao grau de satisfação com a profissão, 49,06% dos participantes afirmam que a situação dos fisioterapeutas em Portugal está 'Má' e 43,40% consideram a situação 'Insuficiente'. Quanto ao grau de satisfação com a formação, a grande maioria (60,38%) considera-se 'Satisfeito'. Este estudo é importante para conhecer a opinião dos recém-licenciados quanto à formação recebida, encontrar soluções que contribuam para uma melhoria da empregabilidade e inserção profissional e também para uma melhor adequação dos cursos às necessidades do mercado de trabalho e à realidade da atividade profissional.
ABSTRACT - The present study was aimed to achieve a complete report on professional career as well as the level of satisfaction of students who had finished their degree in Physiotherapy in ESTeSL between 2009 and 2011. The gathering of all data was carried on throughout a questionnaires which was prepared for the aforementioned aim and sent through e-mail. All statistic procedure was carried out through the software SPSS. 53 individuals have answered to the questionnaire, 38 female and 8 male, average 24.90 years old and average final classification of 15.36 values. Regarding all considered variables at stake we observed that 73.58% of all degreed individuals have found their first job between 0 and 6 months after finishing their degree. Most of them have performed on one (28.30%) or two (26.42%) jobs during their job career and 13.21% have not had any job position so far. 35.85% of them are currently under the labor category of service providers and 30.19% are unemployed. We observed also that most of the aforementioned degreed individuals (67.57%) earn less than 750 Euro/net per month. Most of them (56.60%) never had undertaken any further additional training education. Regarding the issue of level of satisfaction with the professional situation, 35.85% of the enquired are 'Somewhat satisfied' and 30.19% are either 'Satisfied' or 'Not satisfied at all'. In what the professional career is concerned, the majority considers itself as 'Satisfied' (37.74%) or 'Somewhat satisfied' (33.96%). In regard to the level of professional satisfaction, 49.06% of the enquired states that the situation of physiotherapists in Portugal in 'Bad' and 43.40% have considered as 'Insufficient'. Regarding their level of satisfaction with provided educational knowledge, the huge majority (60.38%) considers itself as 'Satisfied'. This study is quite important in order to reach an accurate knowledge concerning the education knowledge as provided, thus finding solutions which can lead to the improvement of employment rates and professional insertion and also to a better accommodation of existent courses to the professional working needs as well as to the real world of professional reality.
Descrição: Mestrado em Fisioterapia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2666
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Caracterização profissional e grau de satisfação dos licenciados em fisioterapia.pdf922,96 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.