Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2665
Título: O impacto do ruído na qualidade de vida dos enfermeiros de cuidados intensivos
Autor: Alves, Cristina Esmália Gouveia
Orientador: Santos, Margarida Custódio dos
Palavras-chave: Saúde ocupacional
Ruído
Qualidade de vida
Cuidados intensivos
Enfermagem
Occupational health
Noise
Quality in health care
Intensive care
Nursing
Data de Defesa: 2012
Citação: Alves CE. O impacto do ruído na qualidade de vida dos enfermeiros de cuidados intensivos [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2012.
Resumo: O presente estudo foi desenvolvido a partir da problemática do ruído, de forma a tentar perceber o impacto deste na qualidade de vida dos enfermeiros de Cuidados Intensivos (CI). A população composta por 40 enfermeiros, pertencia a duas unidades distintas de CI da região de Lisboa. Baseou-se num estudo quantitativo, exploratório e descritivo, que procurou identificar se haveria impacto na qualidade de vida dos enfermeiros devido ao ruído que vivenciavam no seu local de trabalho. Utilizou-se um questionário como instrumento de recolha de dados, dividido em duas grandes partes, uma sobre qualidade de vida através do WHOQOL-Bref e outra sobre o ruído e sua influência na experiência individual e profissional dos enfermeiros de CI. Para o tratamento dos dados utilizou-se o programa estatístico SPSS versão 17.0. A amostra revelou-se maioritariamente do sexo feminino (74,4%). A totalidade dos inquiridos considera haver ruído no seu local de trabalho, argumentando 64,1% que a presença desse mesmo ruído é excessiva, e portanto reconhecendo a importância do ruído na saúde e bem-estar bem como as suas repercussões a nível da sua qualidade de vida. É de relevar que mais de metade dos indivíduos (61,6%) referiu sonhar com alarmes e ficar mais stressado/irritado com a presença do ruído. Os valores obtidos nos domínios do WHOQOL-Bref, mostram que estão acima da faixa de neutralidade, com tendências à valorização positiva, traduzindo qualidade de vida satisfatória, ou seja, pouco impacto negativo ou ausência de impacto negativo dos domínios na qualidade de vida. No entanto, a correlação dos domínios com o ruído foi evidenciado que os enfermeiros na presença de ruído têm uma diminuição da sua qualidade de vida.
ABSTRACT - The current study, based on the problem of noise was developed with the intent to understand its impact in the quality of life of Intensive Care Units staff. For the purpose of this study, was used a sample population of 40 nurses from two different Intensive Care Units in Lisbon area. The project was based on a quantitative, descriptive and exploratory study and had the goal of determining whether there was an impact in the quality of life of the nurses due to the exposure to high levels of noise in their work place. A survey, divided in two main parts, was used as an instrument for data collection. One part about the quality of life using the WHOQOL-Bref method and a second part related to the noise and its influence in the individual and professional experience of the Intensive Care nurses. SPSS version 17.0 was the selected tool for data analysis. The sample consisted in its majority of population of the feminine sex (74,4%). All the surveyed individuals reported some level of noise in their workplace, with the large majority considering these noise levels excessive (64,1%), thus recognising the importance of this factor in their health and well-being as well as the direct impact in their quality of life. It is worth noting that 61,4% of the people alluded to the presence of alarms in their dreams and the fact they experienced increased levels of stress and anxiety in the presence of noise. The results obtained using the WHOQOL-Bref method show levels beyond the neutral point with a tendency to positive valuation resulting in a satisfactory quality of life, ie, litle or no negative impact in terms of quality of life. However, in the correlation of the domains with the noise was evident that nurses have a reduction in their quality of life when the noise is present.
Descrição: Mestrado em Segurança e Higiene do Trabalho.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2665
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
O impacto do ruído na qualidade de vida dos enfermeiros.pdf1,76 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.