Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2645
Título: Adesão à terapêutica como determinante da efectividade dos cuidados de saúde: a problemática da não adesão à terapêutica em doentes submetidos a angioplastia transluminal percutânea coronária
Outros títulos: Adherence as a determinant of the effectiveness of health care: the issue of non-adherence in patients undergoing percutaneous transluminal coronary angioplasty
Autor: Páscoa, Carla Assunção Parreira
Orientador: Santos, Margarida Custódio dos
Palavras-chave: Adesão à terapêutica
Cuidados de saúde
Determinantes cognitivos
Governança clínica
Therapeutic adherence
Health care
Cognitive determinants
Clinical governance
Angioplastia transluminal percutânea coronária
Percutaneous transluminal coronary angioplasty
Data de Defesa: Nov-2010
Citação: Páscoa CA. Adesão à terapêutica como determinante da efectividade dos cuidados de saúde: a problemática da não adesão à terapêutica em doentes submetidos a angioplastia transluminal percutânea coronária [Dissertation]. Évora: Universidade de Évora e Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa; 2010.
Resumo: A não adesão à terapêutica é determinante do aumento de taxas de morbilidade e de mortalidade dos doentes e de perturbações e gastos financeiros das organizações de saúde. O presente estudo teve como objectivo identificar determinantes de não adesão à terapêutica antiagregante plaquetária em doentes que foram submetidos a angioplastia transluminal percutânea coronária. Participaram neste estudo duas amostras de doentes com características demográficas semelhantes mas que deferiam no seu comportamento de adesão. Como metodologia para a identificação das crenças dos doentes em relação à doença ao tratamento foi utilizada um entrevista semi-estruturada baseada nas dimensões do Modelo de Crenças de Saúde. Os resultados evidenciam diferenças entre os dois grupos em especial no que diz respeito a: conhecimento da situação clínica e do tratamento; benefícios/custo do tratamento; consequências; percepção de auto-eficácia e vulnerabilidade. Baseado nos resultados apontam-se pistas de intervenção para a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde prestados a estes doentes, numa perspectiva de governança clínica.
ABSTRACT - Non-adherence to treatment prescription is determinant of morbidity and mortality and is associated to organizational problems and financial costs. This study aimed to identify determinants of non-adherence to patients with Percutaneous Transluminal Coronary Angioplasty. The sample was constituted by two groups of patients with similar demographic characteristics and with different adherence behaviour. As methodology we used a semi-structured interview based on the Health Belief Model. Results show differences between the two groups in dimensions as: knowledge about the clinical situation and the treatment; benefits/costs of the treatment; consequences of adherence behaviour; self-efficacy and vulnerability: Based on the results we present some contributions to the quality of care of these patients and doing so hope to contribute to better organization in health services.
Descrição: Mestrado em Intervenção Sócio-Organizacional na Saúde - Área de especialização: Políticas de Administração e Gestão de Serviços de Saúde.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2645
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.