Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2598
Título: A importância de um programa de atividade física em doentes com esclerose múltipla na satisfação com a vida e bem-estar psicológico
Outros títulos: The importance of a physical activity program for patients with multiple sclerosis on life satisfaction and psychological well-being
Autor: Pedro, Luísa
Pais-Ribeiro, José Luís
Pinheiro, João Páscoa
Palavras-chave: Exercício físico
Esclerose múltipla
Satisfação com a vida
Bem-estar psicológico
Physical exercise
Multiple sclerosis
Life satisfaction
Psychological well being
Data: Jul-2013
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Pedro L, Pais-Ribeiro JL, Pinheiro JP. A importância de um programa de atividade física em doentes com esclerose múltipla na satisfação com a vida e bem-estar psicológico. Saúde & tecnologia. 2013;(Supl):e49-e51.
Resumo: A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença crónica do sistema nervoso central, que afeta com mais frequentemente mulheres jovens. A EM é uma doença progressiva e imprevisível, resultando em alguns casos de incapacidades e limitações a nível físico, psicológico e social. Este estudo tem como objetivo verificar o efeito de um programa de intervenção para a promoção da atividade física (PIPAF) em indivíduos com EM no bem-estar psicológico (BEP) e na satisfação com a vida (SV). Métodos – É um estudo quasi-experimental. Utilizamos a escala de satisfação com a vida (7 itens) e a componente BEP do inventário de saúde mental (14 itens). O estudo inclui 24 doentes EM com idade média de 44 anos, 58,3% são mulheres, 37,5% são casados, 67% estão reformados, a média de escolaridade é de 12,5 anos, sendo a EM diagnosticada há pelo menos um ano. O programa consiste numa intervenção para a promoção da atividade física em grupos de oito pessoas, semanalmente, durante 90 minutos, em sete semanas. Para analisar os resultados utilizamos o programa SPSS, versão 20. Resultados – Utilizamos o teste Wilcoxon para as variáveis BEP e a SV, obtido a partir da avaliação antes do programa de intervenção e no final do programa. Verificamos que houve alterações significativas entre os dois tempos p <0,01, em ambas as variáveis, com resultados mais elevados no final do programa de intervenção. Discussão/Conclusão – Através da leitura dos resultados podemos verificar que a implementação do PIPAF, em doentes com EM, utilizando um modelo holístico e integrado numa perspetiva biopsicossocial, melhora a SV e a BEP destes doentes.
Multiple Sclerosis (MS) is a chronic disease of the central nervous system that affects more frequently young women. MS is a progressive disease and unpredictable, resulting in some cases, disability and limitations in physical, psychological and social. In this study we investigate the effect of an intervention program to promote physical activity in individuals with MS in psychological well-being (BEP) and life satisfaction (SV). Methods – This is a quasi-experimental study. We use the scale of life satisfaction (7 items) and psychological well-being component inventory mental health (14 items). The study includes 24 patients with a mean age AT 44, 58.3% are women, 37.5% are married, 67% are retired, education 12.5 years, diagnosed at least 1 year. The program consists of an intervention to promote physical activity in a group of eight people, weekly, for 90 minutes, in 7 weeks. To analyze the results we used SPSS version 20. Results – We used the Wilcoxon test for variables BEP and SV, obtained from the assessment before the intervention program and end of program. We found that listens significant changes between the two time p <0.01 in both variables, with higher results at the end of the intervention program. Discussion/ Conclusions – Through reading the results we can see that the implementation of a program to promote physical activity in patients with MS, using a model in a holistic and integrated biopsychosocial perceptive improves SV and BEP these patients.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2598
ISSN: 1646-9704
Versão do Editor: http://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/ficheiros/pdf/art_09_estesl_suplemento_2013.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A importância de um programa de atividade física em doentes com esclerose múltipla.pdf71,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.