Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2596
Título: Importância e satisfação atribuídas pelos professores universitários às competências comunicacionais
Outros títulos: Importance and satisfaction attributed to communication skills by university teachers
Autor: Meneses, Rute
Miyazaki, Cristina
Pais-Ribeiro, José Luís
Palavras-chave: Psicologia
Competências de comunicação
Importância
Satisfação
Professor universitário
Idade
Psychology
Communication skills
Importance
Satisfaction
University teacher
Age
Data: Jul-2013
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Meneses R, Miyazaki C, Pais-Ribeiro JL. Importância e satisfação atribuídas pelos professores universitários às competências comunicacionais. Saúde & Tecnologia. 2013;(Supl):e38-e42.
Resumo: O Processo de Bolonha enfatiza as competências de comunicação dos estudantes universitários, nomeadamente os da saúde. As conceções dos professores tendem a variar com a idade e são importantes na formação das conceções dos alunos. Objetivos – Analisar a importância e a satisfação que professores universitários atribuem a diversas competências de comunicação e a sua relação com a idade. Metodologia – Foram avaliados 79 professores universitários, entre os 29 e os 82 anos (M=41,89; DP=9,99), maioritariamente do sexo feminino (69,6%), através de um Questionário Sóciodemográfico e das Escalas de Importância (EI) e Satisfação (ES) do Questionário de Competências de Comunicação (QCC). Resultados – Entre 1 a 4 participantes atribuíram a 11 dos 26 itens da EI e a 7 dos 26 itens da ES o menor valor possível. Houve também pelo menos um participante a atribuir o maior valor possível a todos os itens da EI (entre 8 a 51 participantes) e da ES (entre 6 a 46 participantes). A competência “agradecer” foi considerada a mais importante e satisfatória. A idade não se correlacionou com os itens da EI, correlacionando-se com “responder a perguntas” (r(78)=0,27, p≤0,02) e “pedir feedback nas relações sociais” (r(78)=0,30, p≤0,008) da ES. Dado que competências imprescindíveis aos profissionais de saúde obtiveram scores indicadores de baixa importância (e.g., “discordar”, “recusar pedidos”, “fazer pedidos”, “parafrasear”), considera-se importante trabalhar a perceção de importância dos professores universitários que não parece variar com a idade. Competências importantes para o trabalho do professor (e.g., “recusar pedidos”, “pedir mudança de comportamento”) obtiveram das médias de satisfação mais baixas, sugerindo necessidade de treino.
The Bologna Process emphasizes university students’ communication skills, namely in the Health field. Teachers’ conceptions tend to vary with age and are important in the development of students’ conceptions. Aims – To analyse the importance and satisfaction that university teachers attribute to several communication skills and their relation with age. Methodology – A total of 79 university teachers, between 29 and 82 years of age (M=41.89; SD=9.99), mainly women (69.6%), answered to a Sociodemographic Questionnaire and the Importance (IS) and Satisfaction Scales (SS) of the Communication Skills Questionnaire (QCC). Results – Between 1 and 4 of the participants attributed to 11 of the 26 items of the IS and to 7 of the 26 items of the SS the minimum score possible. There was also at least one participant that attributed the maximum score possible to all items of the IS (between 8 and 51 participants) and of the SS (between 6 and 46 participants). The skill “thank” was considered the most important and satisfactory. Age was not statistically correlated with the items from the IS. There were linear statistically significant correlations between age and: “answer questions” (r(78)=.27, p≤.02) and “ask for feedback in social interaction” (r(78)=.30, p≤.008) from the SS. Since key skills for health professionals (e.g., “disagree”, “refuse requests”, “make requests”, and “paraphrase”) had scores that suggest low importance, it is considered important to change the importance perception of university teachers that does not seem to change with age. Important skills for the teachers’ work (e.g., “refuse requests”, “ask for a change in behaviour”) had some of the lowest satisfaction means, suggesting a need for training.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2596
ISSN: 1646-9704
Versão do Editor: http://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/ficheiros/pdf/art_07_estesl_suplemento_2013.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Importância e satisfação atribuídas pelos professores universitários às competências comunicacionais.pdf74,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.