Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2591
Título: Tendências dos processos de profissionalização no campo da saúde
Outros títulos: Trends in professionalisation processes in healthcare
Autor: Tavares, David
Palavras-chave: Sociologia da saúde
Processos de profissionalização
Mudança social
Dominância médica
Recomposição profissional
Autonomia
Health sociology
Professionalisation processes
Social change
Medical dominance
Professional recomposing
Autonomy
Data: Jul-2013
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Tavares D. Tendências dos processos de profissionalização no campo da saúde. Saúde & Tecnologia. 2013;(Supl):e11-e15.
Resumo: Neste artigo, resultante de uma comunicação proferida nas III Jornadas de Ciências Sociais e Humanas em Saúde, abordam-se as dinâmicas presentes nas relações profissionais e as tendências dos processos de profissionalização que ocorrem no campo da saúde. O trabalho de investigação empírica, realizado no quadro de um estudo de caso sobre os técnicos de cardiopneumologia e o desenvolvimento da reflexão sobre o tema, constituem o ponto de partida da análise sobre o tema que toma como referência o conjunto dos grupos socioprofissionais deste setor. Após enquadrar os contextos de transformação social que têm ocorrido desde as últimas décadas do século XX e a forma como incidiram no campo da saúde, bem como na recomposição dos respetivos grupos socioprofissionais, salientam-se cinco tendências relativas aos processos de profissionalização observadas neste setor, relacionadas com as relações de poder e dominação profissional; os efeitos da delegação de tarefas e competências ao nível da transferência de legitimidade entre os grupos socioprofissionais; o grau de autonomia; a variabilidade das situações quotidianas ocorridas em diferentes contextos de trabalho que se traduz numa disparidade de tendências muitas vezes contraditórias e paradoxais entre si; o efeito das alterações recentes nos cenários de inserção profissional, num contexto de crescente precariedade e desregulação do mercado de trabalho.
This article, based on a presentation delivered at the 3rd Conference on Social Sciences and Humanities in Health, explores the dynamics taking place in professional relations, and the trends in professionalisation processes unfolding in healthcare. The empirical research carried out within the context of a case study on cardiopneumology technicians, as well as subsequent reflection on the subject, are the analytical starting point on the theme, taking as reference the set of socio-professional groups in healthcare. After framing the contexts of social change that have occurred in the last decades of the twentieth century, and their implications both in healthcare and in the recomposing of its socio-professional groups, five trends are emphasized in terms of the professionalisation processes portrayed by this sector, concerning the relations of professional power and domination; the effects of task and skill delegation, and the ensuing transfer of legitimacy among socio-professional groups; the degree of autonomy; the variability of everyday situations occurring in different work contexts translating itself in contradictory and paradoxical trends; the effect of recent changes in the labor market scenarios within the frame of growing job insecurity and deregulation.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2591
ISSN: 1646-9704
Versão do Editor: http://www.estesl.ipl.pt/sites/default/files/ficheiros/pdf/art_02_estesl_suplemento_2013.pdf
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tendências dos processos de profissionalização no campo da saúde.pdf67,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.