Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2528
Título: A mamografia: experiência psicológica, atitudes e comportamentos do técnico de radiologia facilitadores da colaboração da mulher
Outros títulos: Mammography: psychological experience, and radiographer’s attitudes and behaviors that promote women’s cooperation
Autor: Grilo, Ana Monteiro
Santos, Margarida Custódio dos
Palavras-chave: Psicologia da saúde
Mamografia
Ansiedade
Dor
Desconforto
Cancro da mama
Profissional de saúde
Radiologia
Health psychology
Mammography
Anxiety
Pain
Discomfort
Breast cancer
Radiographer
Data: Mai-2013
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Grilo AM, Santos MC. A mamografia: experiência psicológica, atitudes e comportamentos do técnico de radiologia facilitadores da colaboração da mulher. Saúde & Tecnologia. 2013;(9):24-32.
Resumo: RESUMO: A mamografia é o método de diagnóstico mais eficaz para deteção precoce de carcinoma da mama. A realização periódica deste exame tem vindo a ser associada a melhores prognósticos como deteção da doença em fases mais precoces e redução de mortalidade. Contudo, a mamografia não é encarada como mais um exame complementar de diagnóstico e constitui, para a maioria das mulheres, uma situação de ameaça. Na verdade, muitas mulheres referem ter experienciado ansiedade, dor ou desconforto durante a realização deste procedimento. Por outro lado, uma percentagem elevada de mulheres falha na realização periódica de mamografias. Este artigo pretende abordar as reações psicológicas associadas ao exame de mamografia e enfatizar a forma como os técnicos de radiologia podem melhorar o atendimento das mulheres que realizam este exame. O papel do técnico de radiologia no fornecimento de informação antes do exame, na criação de uma atmosfera agradável e empática e na utilização de estratégias de confronto para redução de dor e desconforto e na promoção do controlo e autonomia da paciente são alguns dos aspetos abordados.
ABSTRACT: Mammography is the most effective method available for early detection for breast cancer. Routine screening is being associated with better prognostic, such as, earlier stage disease and mortality reduction. However, mammography is not seen by most women as a more diagnostic test, and many women report having experienced some anxiety, pain and discomfort during breast screening process. Similarly, a high percentage of women failed to conduct regular mammography screening. This article examined the psychological reactions associated with mammography examination and emphasised how radiographers can improve the situation of women attending the breast screening. Radiographer’s intervention such as provision of information before screening, friendly screening atmosphere and empathetic and coping strategies to reduce pain and discomfort and improve power and autonomy in during mammography are also addressed.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2528
ISSN: 1646-9704
Aparece nas colecções:ESTeSL - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A mamografia.pdf155,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.