Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2519
Título: Ética e responsabilidade social das organizações perante os Técnicos Oficiais de Contas
Autor: Grazina, Cristina Fernanda Neves Ferreira
Orientador: Sotomayor, Ana Maria da Silva Barbosa de
Palavras-chave: Responsabilidade social das organizações
Ética empresarial
Código de ética e deontologia profissional
Técnicos oficiais de contas
Corporate social responsibility
Business ethics
Code of ethics and professional ethics
Accountants technical officers
Data de Defesa: Dez-2010
Resumo: A globalização permitiu às organizações o acesso a um leque mais alargado de oportunidades, assim como uma maior notoriedade, mas trouxe, também, renovadas reivindicações sociais e laborais e novas pressões respeitantes ao ambiente, aos direitos dos consumidores e dos colaboradores, à igualdade do género, entre outras matérias. Este trabalho de investigação aborda os conceitos da ética e da responsabilidade social incorporando-os à gestão organizacional. A pesquisa bibliográfica foi efectuada de forma contínua ao longo de todo o processo de pesquisa tendo por objectivo o acompanhamento da evolução do estado da arte. Procura-se avaliar o papel dos técnicos que exerçam funções de gestão e dos técnicos oficiais de contas (TOC’s) cujos papéis de stakeholders se afirmam na sociedade actual motivando a mudança de postura das organizações. A abordagem desenvolvida caracteriza-se como sendo quantitativa, estatística e qualitativa; sendo a fonte de recolha directa. A pesquisa de carácter exploratório foi efectuada tendo por base a técnica documental do inquérito recorrendo à amostragem aleatória simples. Foi possível obter um conjunto de resultados sobre os preceitos éticos que ditam a actuação dos TOC’s no âmbito do seu código deontológico. O tratamento dos dados foi conduzido com o recurso ao programa SPSS - Statistical Packet for Social Sciences. Quando observados, em maior profundidade, os problemas enunciados no trabalho, conclui-se a sociedade actual ainda apresenta um certo distanciamento face à prática de medidas socialmente responsáveis. Ao nível da responsabilidade social atribui-se, no contexto organizacional, uma maior prioridade à relação que se mantém com os clientes e com grupo accionistas ou detentores de partes de capital social. Apesar de existir uma fraca expressividade das medidas existentes, denota-se uma tendência positiva, pois assiste-se a uma inclusão destas matérias no planeamento estratégico. A exigência crescente dos consumidores é o elemento conducente à prática de medidas no âmbito da RS por parte das organizações/empresas. No âmbito da ética a aposta da sociedade actual traduz-se na existência de princípios e de códigos de conduta, objecto de divulgação a nível interno. Os respondentes acreditam e defendem a ética mas, por vezes, no contexto empresarial acabam por ocorrer fraudes económico-financeiras facilmente associáveis a um declínio dos princípios éticos das partes envolvidas. No que respeita ao segundo problema pode-se concluir que os TOC’s inquiridos estão conscientes da existência de um CDTOC, consultando-o com regularidade. Assiste-se a uma salvaguarda da competência e da responsabilidade dos TOC’s realçando-se a importância dos honorários. A formação profissional contribui para a credibilidade e dignificação do profissional. A lealdade, a independência e as incompatibilidades existentes são princípios que são cumpridos de forma não regular devendo-se apostar nestas matérias. No que respeita à dimensão afectiva/avaliativa da atitude dos respondentes a existência de TOC’s éticos reúne a preferência dos respondentes seguida da independência na execução de funções. Pretende-se que esta investigação contribua para o debate das questões éticas na prática organizacional, nomeadamente no que respeita aos TOC’s. Assiste-se a uma necessidade de mudança no modo de pensar, na mentalidade de todos os indivíduos, que passem a ter em consideração a actual característica da sociedade contemporânea e que privilegiem uma visão total do mundo, com uma postura ética, responsável e solidária.
Globalization has enabled organizations to access a wider range of opportunities as well as greater brand awareness, but has also brought renewed demands and new social and labor pressures relating to the environment, rights of consumers and employees, to gender equality among other matters. The research work addresses the concepts of ethics and social responsibility by linking them to organizational management. The literature search was carried out continuously throughout the research process with the aim of monitoring trends in the state of the art. It seeks to assess the role of staff who act in management and those who act as accountants technical officers (TOC‘s) whose roles as stakeholders are affirmed in today's society by motivating the change in posture of organizations. The approach is characterized as quantitative, statistical and qualitative, being the source of direct collection. The research was carried out an exploratory technique based on documentary survey using the simple random sampling. It was possible to obtain a set of results on ethical precepts that dictate the behavior of accountants technical officers under its code of ethics. Data analysis was conducted with the SPSS - Statistical Packet for Social Sciences. When observed in greater depth the problems listed in the work, we conclude today's society still has a certain distancing from the practice of socially responsible action. In terms of social responsibility is assigned in the organizational context, a higher priority to the relationship that is maintained with customers and shareholders or group of holders of capital shares. Despite a weak expressiveness of existing measures, to denote a positive trend, because we are witnessing an inclusion of these materials on strategic planning. The growing demand of consumers is the element leading to practical action within the social responsibility by organizations/companies. The ethic in contemporary society is reflected in the existence of principles and codes of conduct, subject of internal dissemination. Respondents believe and defend the ethics but sometimes end up happening frauds in the business that are easily identifiable with a decline of ethics of the parties involved. Regarding the second problem can conclude that the TOC's respondents are aware of the existence of a code of conduct within their profession, the CDTOC, consulting it regularly. We witness a safeguard of competence and responsibility of the TOC's who stressed out the importance of fees. Vocational training contributes to the credibility and dignity of the profession. Loyalty, independence and the incompatibilities are principles that are met in a non regular way by motivating a bet on these issues. Regarding the affective dimension/evaluative attitude of respondents to the existence of ethical TOC's meets the preference of the respondents followed by his independence in the execution of their duties. It is intended that this research ends up contributing to the discussion of ethical issues in organizational practice, particularly with regard to the TOC's. We are witnessing a need for change in the way of thinking. We are in need of a change in the mentality of all individuals who pass to take into consideration the current characteristics of contemporary society and who favor a total view of the world, an ethical, responsible and caring way.
Descrição: Mestrado em Contabilidade
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2519
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Cristina Grazina - 2011-03-29.pdf7,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.