Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2493
Título: O franchising como paradigma de crescimento das PME em Portugal
Autor: Carvalhosa, José Manuel Pinto
Orientador: Rodrigues, Jorge José Martins
Palavras-chave: Franchising
Pequenas e Médias Empresas
Estratégia Empresarial
Small and Medium Business
Business Strategy
Data de Defesa: Dez-2011
Resumo: O tecido empresarial português assenta maioritariamente em organizações com características que se enquadram na categoria denominada de pequenas e médias empresas. Consequentemente gozam de enorme relevância e influência na economia nacional. O franchising teve origem nos Estados Unidos da América e começou a dar os primeiros passos no início do século passado. A introdução em Portugal deste conceito foi mais recente, final da década de oitenta do séc. XX, e desde então temos assistido ao seu crescimento, atingindo nos últimos anos uma posição relevante no panorama empresarial nacional. Este estudo tem o propósito de analisar a evolução do sistema de franchising no período de 2005 a 2009, nas vertentes do volume de negócios, número de unidades e emprego gerado, comparando-o com a performance obtida pela generalidade das PME que actuam em Portugal, no intuito de averiguar se pode ser considerado como um paradigma de crescimento para as PME. Para tal recorremos aos dados disponibilizados pelo Instituto Nacional de Estatística e pelo Instituto de Informação em Franchising. Da investigação efectuada verificamos que a performance obtida pelas entidades que operam em sistema de franchising foi muito superior à alcançada pela totalidade das PME, concluindo ser este um excelente modelo para as PME que pretendam expandir o seu negócio.
The Portuguese companies mostly based in organizations with characteristics that fall into the category called small and medium enterprises. Consequently enjoy enormous importance and influence in the national economy. The franchise originated in the United States and began to take its first steps at the beginning of last century. The introduction of this concept in Portugal was more recent, the late eighties of the century. XX, and since then we have witnessed the growth, in recent years reaching a prominent position in the national business landscape. This study aims to analyze the evolution of the franchise system in the period 2005 to 2009, in the areas of turnover, number of units and employment generated, comparing it with the performance achieved by the majority of SMEs operating in Portugal, in order to ascertain whether it can be considered as a paradigm of growth for SMEs. In just resorted the data made available through National Statistical Institute and the Institute in franchise information. Research carried out found that the performance obtained by the entities operating on a franchise was far superior to those achieved by all SMEs, concluding that this is an excellent model for SMEs wishing to expand your business.
Descrição: Mestrado em Controlo e Gestão dos Negócios
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2493
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertaçao_José Manuel Carvalhosa.pdf545,42 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.