Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2424
Título: Será que as empresas portuguesas seguem a pecking order na escolha das alternativas de financiamento?
Autor: Romão, Rui Miguel Campenhe
Orientador: Ferrão, Joaquim António
Palavras-chave: Pecking Order
Estrutura de Capital
Financiamento
Emissão de dívida
Emissão de capital
Data de Defesa: Jan-2013
Resumo: O trabalho que se apresenta assume como principal objectivo identificar se as empresas portuguesas seguem a pecking order na escolha das alternativas de financiamento. A pecking order refere-se à hierarquia enunciada por Myers (1984) segundo a qual as empresas tendem a optar, em primeiro lugar, por financiar os seus investimentos com recurso aos lucros retidos, depois a escolha de financiamento é a emissão de dívida/obrigações, e só em último e em caso de extrema necessidade é que as empresas optam por emitir capital com o objectivo de obter financiamento. Pretende-se assim, estudar e analisar empiricamente em que medida se verifica a ocorrência do recurso ao financiamento nos termos da pecking order theory. Assim, com este trabalho, pretende-se contribuir para a compreensão da estrutura de capital das empresas portuguesas na estrita medida da natureza da origem do financiamento obtido e se se verifica a mesma ordem enunciada por Myers (1984) tendo em conta o sector de actividade das empresas objecto de estudo. No final desta elaboração procura-se retirar conclusões relativamente à teoria da pecking order aplicada às empresas portuguesas, bem como outras avaliações que se considerem pertinentes, tendo em vista a percepção da orientação que o sector empresarial português assume no tocante à origem e meios de obtenção de financiamento, quer seja através de recursos próprios, emissão de dívida/obrigações, ou emissão de capital. A estrutura do trabalho encontra-se dividida em quatro partes distintas: (1) introdução ao tema abordado; (2) enquadramento teórico em que se insere a revisão de literatura sobre as teorias de estrutura de capital e os principais estudos empíricos já realizados sobre a pecking order; (3) estudo empírico à pecking order em Portugal onde se apresenta detalhadamente a amostra, selecção dos dados e recolha de informação, caracterização estatística dos dados, metodologia proposta a seguir, e comentário aos resultados obtidos; (4) conclusão.
Descrição: Mestrado em Contabilidade e Análise Financeira
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2424
Aparece nas colecções:ISCAL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_Mestrado_Sera_que_as_empresas_seguem_POT.pdf2,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.