Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2336
Título: A entrada na profissão do educador de infância: percursos singulares
Autor: Alberto, Susana Alves
Orientador: Pereira, Maria da Conceição Figueira Santos
Palavras-chave: Educador de infância
Formação inicial
Identidade profissional
Supervisão
Inserção profissional
Indução profissional
Kindergarten teachers
Initial training
Professional identity
Supervision
Professional insertion
Induction training
Data de Defesa: Dez-2012
Resumo: A presente investigação centra-se no estudo da problemática da inserção profissional dos educadores de infância através da análise dos percursos pessoais e profissionais de seis jovens educadoras com dois anos de experiência profissional. Neste sentido, assume-se como objetivo deste trabalho descrever e compreender o processo de inserção na profissão de educadores de infância e a forma como estes desenvolvem a sua profissionalidade, a partir da perspetiva pessoal de profissionais principiantes. Com vista a alcançar o objetivo descrito constituíram-se como questões do estudo: 1) Quais as motivações que presidiram à escolha da profissão por parte dos participantes nesta investigação?; 2) Como é que estes profissionais caraterizam a sua experiencia da Licenciatura em Educação de Infância?; 3) Como caraterizam a entrada na profissão?; 4) De que forma os contextos de trabalho influenciam o processo de inserção profissional?; 5) Como constroem a sua identidade profissional?; 6) Que propostas identificam como facilitadoras do processo de inserção profissional? Tendo em linha de conta o objeto de estudo, o enquadramento teórico que lhe serve de referência assenta numa revisão bibliográfica que aborda as seguintes temáticas: o papel do educador de infância até à sociedade atual, a sua formação específica, os desafios que se lhe apresentam no desenvolvimento da sua prática, bem como o enquadramento legal da sua ação; a socialização profissional; o trabalho colaborativo, tipos de liderança, supervisão e indução profissional. No que suporta às opções metodológicas, este estudo insere-se no paradigma interpretativo, alicerçado na realização de entrevistas semiestruturadas e centrado na interpretação contextualizada dos dados ao invés da sua generalização. Realizou-se no ano letivo 2011-2012, com 6 educadoras de infância com 2 anos de experiência profissional, provenientes de diferentes contextos de trabalho e escolas de formação. Os resultados desta investigação permitiram estudar as potencialidades e fragilidades dos percursos de formação inicial, os desafios/problemas experimentados pelas jovens educadoras no início da sua ação profissional e as possibilidades de apoio à sua superação, bem como a identificação de propostas de dispositivos de apoio à inserção profissional dos educadores de infância. - ABSTRACT This research studies the employability problem of novice kindergarten teachers through the personal and professional journey’s analysis of six young teachers with two years of professional experience. In this sense, it is assumed like objective of this work describe and understand the process of entering the profession of kindergarten teachers and how they develop their professionalism, from the personal perspective of professional beginners. In order to achieve the described objective were constituted as questions: 1) What were the motives which presided the participants choice of profession?, 2) How do this professionals characterize their experience of the Degree in Childhood Education?; 3) How do they characterize entry into the profession?; 4) How the work contexts influence the process of employability?; 5) How do they rear their professional identity?; 6) What proposals are identified as facilitators of the process of professional insertion? Taking into account the object of study, the theoretical frame that serves as a reference is based on a literature review that addresses the following topics: the role of kindergarten teachers in the current society, their specific training, the challenges which arise in the development of their practice as well as the legal guidelines of its action; the professional socialization; collaborative work, types of leadership, supervision and professional induction. Regarding the methodological choices, this study falls within the interpretive paradigm, based on semi-structured interviews and focused on contextual interpretation of the data, instead of its generalization. It took place in school year 2011-2012, with six kindergarten teachers with two years of professional experience, from diverse working contexts and training schools. The results of this research allowed to study strengths and weaknesses of the initial training courses, the challenges/problems experienced by young teachers starting their professional action and the possibilities to support its overcoming as well the identification of proposals of devices to support employability of kindergarten teachers.
Descrição: Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialidade Supervisão em Educação
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2336
Aparece nas colecções:ESELx - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
A entrada na profissão do educador de infância.pdf1,32 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.