Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2308
Título: Deformação miocárdica analisada por 2D strain em indivíduos com lúpus eritematoso sistémico
Autor: Rafael, Tânia Sofia Dutra Moreira
Orientador: Almeida, Ana
Gonçalves, Susana
Palavras-chave: Cardiologia
Lúpus eritematoso sistémico
Ecocardiografia
Deformação miocárdica
Disfunção ventricular esquerda
Cardiology
Systemic lupus erythematosus
Echocardiography
Myocardial deformation
Left ventricular dysfunction
Data de Defesa: Dez-2012
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Rafael TS. Deformação miocárdica analisada por 2D strain em indivíduos com lúpus eritematoso sistémico [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/Instituto Politécnico de Lisboa e Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; 2012.
Resumo: Introdução: O Lúpus Eritematoso Sistémico é uma doença sistémica crónica autoimune, de etiologia desconhecida que no seu curso afeta o sistema cardiovascular, podendo provocar compromisso da função ventricular esquerda. Contudo, é possível que mesmo em situações em que os índices de função sisto-diastólica convencionais se encontrem normais, possam ocorrer alterações da deformação miocárdica, que são índices mais sensíveis de função ventricular. Recorrendo à nova modalidade ecocardiográfica de speckle tracking, é possível detetar e quantificar alterações da deformação miocárdica. Objetivos: Descrever a deformação miocárdica global do ventrículo esquerdo por speckle tracking em indivíduos com LES, com carga lupídica estável, e idade superior a 18 anos de idade. Metodologia: Estudo retrospetivo de tipologia descritivo-correlacional com abordagem quantitativa. Foi estudado um grupo de 55 indivíduos com avaliação dos parâmetros ecocardiográficos convencionais e dos parâmetros globais da deformação miocárdica longitudinal. Para os parâmetros ecocardiográficos convencionais e de deformação foram utilizados os valores de referência existentes na literatura para caracterização da amostra. Estatisticamente foi utilizado o teste do Qui-Quadrado para análise comparativa, sempre que este não foi aplicável foi utilizado o teste de Fisher, e a análise da correlação foi efetuada através do coeficiente de Spearman. Foi considerado um nível de significância de 5% (p<0,05). Resultados: Foi estudado um grupo de 55 indivíduos, 96,4% dos quais apresentaram fração de ejeção superior a 55%, apenas 2 indivíduos apresentaram valores inferiores (54% e 53% respetivamente). Na análise global da deformação miocárdica longitudinal, por speckle tracking, 16,4% dos indivíduos apresentaram compromisso ventricular pelo pico de deformação miocárdica global sistólica longitudinal e pelo pico de taxa de deformação miocárdica sistólica longitudinal, e 16,4% apenas pelo pico de deformação miocárdica global sistólica longitudinal. Conclusões: A determinação dos parâmetros globais de deformação miocárdica longitudinal atuaram como marcadores precoces de disfunção miocárdica em indivíduos com fração de ejeção preservada. - ABSTRACT - Introduction: Systemic lupus erythematosus is a chronic systemic autoimmune disease of unknown etiology that affects the cardiovascular system and causes left ventricular dysfunction. However, it is possible that even in situations in which the indices of systolic and diastolic function are preserved to find changes in myocardial deformation. Myocardial deformation parameters are more sensitive to ventricular dysfunction. Using the new method of speckle-tracking echocardiography, it is possible to detect and quantify changes in myocardial deformation. Aims: The aim of this study was to describe the global parameters of myocardial deformation of the left ventricle obtained by speckle-tracking in patients with SLE, lupus stable and older than 18 years old. Methods: This is a retrospective study. We studied a group of 55 patients with assessment of echocardiographic parameters and global parameters of longitudinal myocardial deformation. Echocardiographic parameters and global myocardial deformation parameters were characterized according to the literature. Statistically we used the Chi-square test for comparative analysis, when it was not applicable Fisher's exact test was used. Correlation analysis was performed using the Spearman coefficient. We considered a level of significance of 5% (p <0.05). Results: We studied a group of 55 patients, of whom 96.4% had an ejection fraction greater than 55%, only 2 subjects had lower values (54% and 53% respectively). In the overall analysis of global longitudinal myocardial deformation by speckle tracking, 16,4% of the patients were identified by global peak longitudinal strain and global peak sistolic longitudinal strain-rate, and 16,4% were identified by global peak longitudinal strain only. Conclusions: The assessment of global parameters of longitudinal myocardial deformation identified early markers of myocardial dysfunction in patients with preserved ejection fraction.
Descrição: Mestrado em Tecnologia de Diagnóstico e Intervenção Cardiovascular. Área de especialização: Ultrassonografia Cardiovascular.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2308
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Deformação miocárdica analisada por 2D strain em indivíduos com lúpus eritematoso sistémico.pdf2,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.