Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/2039
Título: Uso racional do medicamento: contributo da publicidade e da adequada conservação
Autor: Costa, Ana Margarida
Coelho, André
Graça, Anabela
Pedro, João Mário
Palavras-chave: Farmácia
Farmacologia
Medicamento
Segurança do doente
Data: 2005
Editora: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa
Citação: Costa AM, Coelho A, Graça A, Pedro JA. Uso racional do medicamento: contributo da publicidade e da adequada conservação. In II Congresso DCTLCS, 2005. Poster.
Resumo: A globalização do uso de sistemas de informação e comunicação mais rápidos, mais interactivos e dinâmicos, as novas tecnologias de comunicação podem influenciar de forma positiva ou de forma gravemente negativa o uso racional do medicamento. Por medicamento entende-se “toda a substância ou composição que possua propriedades curativas ou preventivas das doenças e dos seus sintomas, do Homem ou do animal, com vista a estabelecer um diagnóstico médico ou a restaurar, corrigir ou modificar as suas funções orgânicas” (Decreto-Lei nº 72/91), sendo constituído por substâncias activas, excipientes e adjuvantes. Todos estes constituintes podem sofrer alterações físico-químicas que não são necessariamente visíveis a olho nu, mas que alteram a qualidade e modificam as suas funções no organismo humano. Destes factores os mais importantes são a temperatura, a humidade e a luz. A informação acerca do medicamento é fundamental e envolve diferentes níveis de comunicação, sendo de referir como indispensável uma boa identificação da embalagem exterior (cartonagem), rótulo e folheto informativo, com informação precisa para a efectiva segurança do medicamento, como por exemplo, ao nível da sua conservação. A publicidade como meio de informação e comunicação deve prestar uma informação detalhada e obedecer a normas legais. Não deverá defender o consumo indiscriminado de medicamentos, nem levar a crer que este é um bem de consumo. Com base na análise documental da legislação aplicável, das normativas nacionais e internacionais e de artigos de revisão e opinião pretende-se identificar os principais factores de alteração dos medicamentos e os locais mais apropriados para o seu armazenamento, assim como caracterizar o enquadramento legal da publicidade a medicamentos de uso humano em Portugal.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/2039
Aparece nas colecções:ESTeSL - Posters

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Uso racional do medicamento.pdf984,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.