Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/1726
Título: Influência de um programa de exercício na aptidão física pós-transplante hepático: o caso da polineuropatia amiloidótica familiar nas suas componentes composição corporal, capacidade funcional e função neuromuscular
Autor: Tomás, Mª Teresa
Orientador: Rodrigues, Maria Helena Santa Clara Pombo
Teles, Estela de Aguilar Monteiro Galvão
Palavras-chave: Fisioterapia
Medicina de reabilitação
Polineuropatia amiloidótica familiar
Transplante de órgãos
Doença de Corino Andrade
Physiotherapy
Rehabilitation
Familial amyloidotic polyneuropathy
Organ transplant
Corino Andrade disease
Data de Defesa: 2011
Editora: Faculdade de Motricidade Humana
Citação: Tomás MT. Influência de um programa de exercício na aptidão física pós-transplante hepático: o caso da polineuropatia amiloidótica familiar nas suas componentes composição corporal, capacidade funcional e função neuromuscular [Dissertation]. Lisboa: Faculdade de Motricidade Humana/Universidade Técnica de Lisboa; 2011.
Resumo: Portugal é o país que mais transplantes hepáticos efectuou a nível mundial e o segundo com maior número de dadores por milhão de habitantes, com a região centro do país a liderar a doação de órgãos. Esta liderança na área da transplantação hepática contribui também para as elevadas taxas de sobrevivência destes doentes, suportada pela excelência técnica de uma equipa multidisciplinar diferenciada, complementada por recentes avanços terapêuticos. Portugal é, também a nível mundial, o país com maior número de casos de polineuropatia amiloidótica familiar (PAF), variante TTRmet30 (proteína transtirretina mutada) tipo português, diagnosticados, sendo em algumas regiões considerada como uma doença endémica. Apesar de novas terapêuticas em estudo (exemplo: Tafamidis), até à data o transplante hepático parece ser a única terapêutica com eficácia ao retardar ou mesmo na estabilização da evolução desta doença hereditária e degenerativa, progressiva e fatal no prazo de 10-15 anos após o início da sintomatologia.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/1726
Versão do Editor: http://hdl.handle.net/10400.5/3755
Aparece nas colecções:ESTeSL - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Influencia de um programa de exercicio fisico na aptidão fisica pós transplante hepático.pdf519,39 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.