Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/1647
Título: Análise empírica da informação voluntária sobre capital intelectual no setor bancário espanhol
Autor: Villanueva García, Enrique
Bastos, Rodrigo Vaz Gomes
Palavras-chave: Capital intelectual
Activo intangível
Gestão do conhecimentos
Modelos de capital intelectual
Balanced Scorecard
The thecnology broker
Intangible assets monitor
Skandia navigator
Modelo Intelect
Direção por competências
Data: Nov-2004
Resumo: A contabilidade financeira tradicional está perdendo relevância frente a nova economia. O valor contábil das empresas se distanciam cada vez mais do seu valor de mercado, principalmente nas organizações de alta tecnologia e serviços. Perante essa conjuntura, surge a polêmica, defendida por alguns pesquisadores, de que as demonstrações contábeis não estão mais retratando o verdadeiro valor da empresa, uma vez que o valor dos livros das empresas estão muito aquém do seu corresponente valor de mercado (Lev, 2003, p. 21-24). Esta diferença vem sendo explicada, por uma infinidade de autores como: Capital Intelectual o Ativo Intangível. Diante do que foi exposto, inegavelmente os intangíveis, nos últimos anos, ganharam mais importância para as organizações. O desafio, portanto, consiste em identificar, medir, gerir e informar o capital intelectual. Este artigo tem a finalidade de verificar, através do estudo empírico, qual a relação existente entre os modelos de capital intelectual propostos na literatura, e analisados neste trabalho, com os informes divulgados pelos bancos espanhóis. Para isto, em primeiro lugar tratamos de definir o termo Capital Intelectual (CI); em seguida apresentaremos algumas agrupações existentes de modelos de CI, para assim podermos selecionar os mais apropriados para a informação externa (reporting). Em um terceiro momento analisamos a divulgação de informes das Contas Anuais destas instituições. Por fim evidenciamos as conclusões a que chegamos, onde podemos observar que há um distanciamento entre os modelos utilizados na prática pelos bancos e os modelos teóricos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/1647
Aparece nas colecções:ISCAL - Comunicações

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Análise empírica da informação.pdf195,33 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.