Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/1568
Título: Aplicação dos critérios de adequação (appropriateness criteria) a um laboratório de ecocardiografia de grande volume de um hospital privado
Autor: Gonçalves, Carlos José
Orientador: Pedro, José Paulo Viana Gonçalves
Teixeira, Ana Maria
Palavras-chave: Cardiologia
Ecocardiografia transtorácica
Critério de adequação
Guidelines
Cardiology
Appropriateness criteria
Transthoracic echocardiography
Data de Defesa: 2011
Citação: Gonçalves CJ. Aplicação dos critérios de adequação (appropriateness criteria) a um laboratório de ecocardiografia de grande volume de um hospital privado [Dissertation]. Lisboa: Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa/IPL e Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa; 2011.
Resumo: Avaliou-se a aplicação dos critérios de adequação a um laboratório de ecocardiografia de grande volume de um hospital privado no ano de 2010. Estudaram-se as associações entre os critérios de adequação e as origens dos utentes, a especialidade médica prescritora e os achados ecocardiográficos. Caracterizou-se o número e o tipo de exames realizados por cada utente e quais as suas razões. Metodologia - Avaliação descritivo-correlacional retrospectiva de 5362 processos ecocardiográficos. Classificaram-se os exames em adequado, inadequado e duvidoso, de acordo com os critérios de adequação, publicados nas guidelines pelo American College of Cardiology. Os achados ecocardiográficos foram classificados como normal, achados pouco relevantes e patológicos. Resultados - Dos 2388 processos válidos, 47% foram classificados como adequados, 51,9% como inadequados e 1,1% foram duvidosos. A maioria dos exames foram pedidos pelo centro clínico com 82,9% das solicitações e não houve uma associação estatística significativa entre os critérios de adequação e a origem dos exames (p=0,413). Para a especialidade médica prescritora verificou-se uma associação estatisticamente significativa (p=0,000) com 63,2% dos exames solicitados pelos médicos de medicina interna e 50,3% das prescrições provenientes das outras especialidades médicas, prescritos como adequados. Os cardiologistas foram quem mais prescreveu exames de forma inadequada, com 59,9% dos pedidos. Essa mesma associação para p=0,000, foi encontrada para os achados ecocardiográficos com 75% dos exames normais classificados como adequados e 68,5% e 68,8% dos exames com achados pouco relevantes e patológicos respectivamente, classificados com inadequados. Conclusões - Muitos dos exames foram excluídos da amostra válida e destes, uma percentagem significativa foram classificados de forma inadequada, aspectos que apontam para um desconhecimento em relação às guidelines publicadas, suscitando alguma reflexão e a mereceram eventual investigação com vista a uma adequada prescrição e redução de gastos no futuro. ABSTRACT - We evaluated the application of the appropriateness criteria to a echocardiography laboratory of large volume of private hospital during the year 2010. We studied the associations between the appropriateness criteria and the origins of patients, the prescribing physician specialty and echocardiographic findings. We characterized the number and type of echocardiograms carried out by each user and wich were their reasons. Methodology - Correlational retrospective and descriptive evaluation of 5362 echocardiographic procedures. Examinations were classified as adequate, inadequate and uncertain, in according to the appropriateness criteria, published by the American College of Cardiology. Echocardiographic findings were classified as normal, minor aspects and pathological. Results - Of the 2388 valid cases, 47% were classified as adequate, 51,9% as inadequate, and 1,1% were uncertain. Most tests were requested by the clinical center, with 82,9% of the requests and there wasn't a significant statistically association between the appropriateness criteria and the origin of the tests (p = 0,413). For the prescribing physician specialty there was a significant statistically association (p = 0,000) with 63,2% of tests ordered by doctors of internal medicine and 50,3% of prescriptions from other medical specialties, prescribed as adequate. Cardiologists prescribed more inadequate tests, with 59,9% of requests. This same association at p = 0,000 was found for the echocardiographic findings with 75% of the normal examinations classified as appropriate and 68,5% and 68,8% of patients with minor aspects and with pathological findings, respectively, classified as inadequate. Conclusions - Many of the tests were excluded from the valid sample and of these, a significant percentage were inadequately classified. This data suggest lack of knowledge about the published guidelines, raising some thought and deserving investigation with a view to a proper prescription and cost reduction in the future.
Descrição: Mestrado em Tecnologia de Diagnóstico e Intervenção. Área de especialização: Ultrassonografia Cardiovascular.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/1568
Aparece nas colecções:ESTeSL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Aplicação dos critérios de adequação1.pdfCapa e indice166,12 kBAdobe PDFVer/Abrir
Aplicação dos critérios de adequação2.pdfTese882,87 kBAdobe PDFVer/Abrir
Aplicação dos critérios de adequação3.pdfAnexos1241,76 kBAdobe PDFVer/Abrir
Aplicação dos critérios de adequação4.pdfAnexos2162,62 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.