Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/1557
Título: Estruturas tradicionais vs. termoargila em zonas sísmicas
Autor: Pinto, Hugo Miguel Teixeira Geraldes
Orientador: Silveira, Paulo Malta da
Palavras-chave: Alvenaria armada
Alvenaria estrutural
Rentabilidade de alvenarias
Análise estrutural
Reinforced masonry
Structural masonry
Profitability of masonry
Structural analysis
Data de Defesa: Nov-2011
Citação: Pinto, Hugo Miguel Teixeira Geraldes - Estruturas tradicionais vs. termoargila em zonas sísmicas. Lisboa: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, 2011. Dissertação de mestrado.
Resumo: Com a crescente divulgação no mercado português de métodos construtivos de alvenaria resistente tipo Termoargila, compara-se neste trabalho a sua rentabilidade económica, em relação à execução em betão armado, com paredes não estruturais de alvenaria. Estudam-se três tipologias de estruturas com geometria regular (1 piso, 2 pisos, 4 pisos), em zonas sísmicas A e D segundo o Regulamento de Segurança e Acções. A análise dos resultados permite verificar a eficiência dos métodos construtivos para cada tipologia de edifício, assim como os seus custos. Analisa-se se o motivo pelo qual em Portugal não é corrente a aplicação de soluções estruturais de alvenaria resistente tipo Termoargila, se unicamente económico ou se existe uma inércia dos intervenientes na construção, privilegiando os métodos construtivos tradicionais.
With the growing disclosure in the Portuguese market of structural masonry construction system, this paper compares the Termoargila type cost-effectiveness in relation to the implementation of traditional concrete structures, with non-structural masonry walls. It are studied three types of regular geometric structures (1 floor, 2 floors and 4 floors) in seismic zones A and D according to the Portuguese Regulamento de Segurança e Acções. The results demonstrate the effectiveness of the design solutions for every type of building, as well as their costs. It is analyzed the reason why in Portugal is not regular the use of structural masonry like Termoargila resistant type, if it is solely economic or if there is an inertia of those involved in construction, focusing on traditional construction methods.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/1557
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Civil - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Estruturas Tradicionais vs. Termoargila em Zonas Sísmicas.pdf139,01 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.