Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.21/1209
Título: Impacto da integração dos veículos eléctricos nos edifícios multi-habitacionais, nas redes de distribuição de baixa tensão e no diagrama de carga nacional
Autor: Barbosa, Sérgio Manuel Correia
Orientador: Sousa, Jorge Alberto Mendes de
Pestana, Rui José Oliveira Nóbrega
Palavras-chave: Veículo eléctrico
Parque automóvel nacional
Sistema eléctrico nacional
Carregamento residencial
Redes inteligentes
Veículo para rede (V2G)
Electric vehicle
National car park
The national electrical system
Residential charging
Smart grid
Vehicle to grid (V2G)
Data de Defesa: Set-2011
Citação: Barbosa, Sérgio Manuel Correia - Impacto da integração dos veículos eléctricos nos edifícios multi-habitacionais, nas redes de distribuição de baixa tensão e no diagrama de carga nacional. Lisboa: Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, 2011. Dissertação de mestrado.
Resumo: Associado à escassez dos combustíveis fósseis e ao desejado controlo de emissões nocivas para a atmosfera, assistimos no mundo ao desenvolvimento do um novo paradigma — a mobilidade eléctrica. Apesar das variações de maior ou menor arbítrio político dos governos, do excelente ou débil desenvolvimento tecnológico, relacionados com os veículos eléctricos, estamos perante um caminho, no que diz respeito à mobilidade eléctrica, que já não deve ser encarado como uma moda mas como uma orientação para o futuro da mobilidade. Portugal tendo dado mostras que pretende estar na dianteira deste desafio, necessita equacionar e compreender em que condições existirá uma infra-estrutura nacional capaz de fazer o veículo eléctrico vingar. Assim, neste trabalho, analisa-se o impacto da mobilidade eléctrica em algumas dessas infra-estruturas, nomeadamente nos edifícios multi-habitacionais e redes de distribuição em baixa tensão. São criados neste âmbito, quatro perfis de carregamento dos EVs nomeadamente: nas horas de chegada a casa; nas horas de vazio com início programado pelo condutor; nas horas de vazio controlado por operador de rede (“Smart Grid”); e um cenário que contempla a utilização do V2G. Com a obrigação legal de nos novos edifícios serem instaladas tomadas para veículos eléctricos, é estudado, com os cenários anteriores a possibilidade de continuar a conceber as instalações eléctricas, sem alterar algumas das disposições legais, ao abrigo dos regulamentos existentes. É também estudado, com os cenários criados e com a previsão da venda de veículos eléctricos até 2020, o impacto deste novo consumo no diagrama de carga do Sistema Eléctrico Nacional. Mostra-se assim que a introdução de sistemas inteligentes de distribuição de energia [Smartgrid e vehicle to grid” (V2G)] deverá ser encarada como a solução que por excelência contribuirá para um aproveitamento das infra-estruturas existentes e simultaneamente um uso acessível para os veículos eléctricos.
Associated with the scarcity of fossil fuels and the desired control of harmful gas emissions into the atmosphere, the world witnessed the development of a new paradigm - electrical mobility. Despite variations of greater or lesser political will from governments, the excellent or weak technological development related to electric vehicles, we have a “path” toward electrical mobility, which should no longer be seen as a fad but as a guidance for the future of mobility. Portugal, having shown signs, wants to be at the forefront of this challenge, needs to understand and consider the conditions under which there will be a national infrastructure capable of avenging the electric vehicle. This article analyzes the impact of electric mobility in some of these infrastructures, particularly in multi-residential buildings and low voltage distribution networks. In this context, was created, four load profiles of EVs: hours of arrival at home, off-peak hours starting set by the driver, off-peak hours controlled by a network operator (Smart Grid) and a scenario that contemplates the use of V2G. With a legal obligation, outlets for electric vehicles have to be installed in new buildings, studied it with the previous scenarios, which is the possibility to continue to design electrical installations without changing some of the legal provisions under the existing regulations. It is also studied, with the scenarios created, with the prediction from the sale of electric vehicles by 2020, the impact of this new load on the load diagram of the national electrical system. It’s shown that the introduction of intelligent power distribution [SmartGrid and vehicle to grid "(V2G)] should be regarded as the ultimate solution that will contribute to a use of existing infrastructure and simultaneously accessible for use electric vehicles.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.21/1209
Aparece nas colecções:ISEL - Eng. Electrotécn. - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Impacto da integração dos veículos eléctricos.pdf247,73 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.